Câncer de próstata: como a dieta pode influenciar nas chances de sobrevivência

0
350
câncer de próstata

A adesão à dieta mediterrânea tem sido frequentemente associada a uma redução da mortalidade causada por vários fatores diferentes, além de conferir uma série de benefícios para a saúde em geral. Mas será que existe alguma relação benéfica entre ela e o câncer, mais especificamente o câncer de próstata? A resposta é sim!

Apesar de estudos que enfoquem o padrão de sobrevivência após a ocorrência do câncer ainda serem escassos, hoje falaremos de um artigo recentemente publicado que se propôs a investigar se a adesão à dieta mediterrânea antes do diagnóstico de câncer de próstata em conjunto com atividade física estariam associadas à sobrevivência do câncer.

Para isso, foram analisados dados de 777 homens com câncer de próstata diagnosticado entre 1995 e 2002 no nordeste da Itália. E os resultados mostraram, notavelmente, que o risco de morte após o diagnóstico da doença, em particular para causas não relacionadas ao problema em si, foi reduzido quase pela metade em homens que aderiram à dieta mediterrânea e eram fisicamente ativos no momento do diagnóstico.

Para os cientistas, uma das principais explicações são as propriedades antiinflamatórias, antilipêmicas e quimiopreventivas da dieta em decorrência de diferentes compostos bioativos obtidos em seus nutrientes.

Além disso, os autores salientam que a dieta mediterrânea (constituída por baixa quantidade de gorduras e rica em fibras) e a atividade física compartilham alguns mecanismos comuns que podem explicar essa redução da mortalidade em pacientes com câncer de próstata: ambos são responsáveis por ativarem vias que reduzem os níveis séricos de insulina e modulam a inflamação, além de reduzirem o crescimento de células cancerígenas e sua multiplicação.

O mais impressionante desse tipo de pesquisa é que as recomendações não se tratam de mudanças ou tratamentos complicados, mas sim de uma mudança para um estilo de vida mais saudável e adoção de uma dieta mais equilibrada!

Quer saber mais sobre o tema? Confira outro artigo do portal sobre a saúde do homem aqui.

Referência bibliográfica:

Di Maso, M.; Augustin, L.S.A.; Toffolutti, F.; Stocco, C.; Dal Maso, L.; Jenkins, D.J.A.; Fleshner, N.E.; Serraino, D.; Polesel, J. Adherence to Mediterranean Diet, Physical Activity and Survival after Prostate Cancer Diagnosis. Nutrients 2021, 13, 243. https://doi.org/ 10.3390/nu13010243

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome